Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :

Decameron: serviço integral, de qualidade e a preços razoáveis

Após desempenhar-se vários anos na Direção Comercial para a Colômbia, o executivo Mauricio García assumiu recentemente como diretor Comercial do Decameron All Inclusive Hotels & Resorts para a Colômbia, o Equador, o Peru, a Bolívia e o Brasil. Em diálogo com o Réport Américas, contou-nos suas estratégias.

Quais são as estratégias em sua nova posição?


Estamos apostando em recuperar a ocupação que tínhamos antes da pandemia. Hoje em dia estamos, em média, entre 60% e 80% dependendo do hotel, mas esperamos que ao encerrar 2022 alcancemos uma ocupação acima de 80%. Neste sentido, os grandes desafios que temos são, primeiro, continuar fortalecendo a venda local – equatorianos viajando pelo Equador, colombianos viajando pela Colômbia, etc. – e, em segundo lugar, fortalecer nossas vendas emissivas. Neste ponto, o Brasil é chave, um país que é parte estratégica do crescimento da companhia em termos de faturamento e vendas. Temos aí, um desafio bastante importante quanto à conectividade tecnológica, para podermos chegar a todas as agências e operadores que operam neste mercado e que, é óbvio, contribuem conosco em destinos como a Colômbia e o Panamá.

Qual é o balanço geral deste ano?


Hoje, todos os hotéis estão abertos. Na Colômbia temos 12 operando, somando o hotel Aloft Bogotá e Casa San Pedro, em Cartagena; no Equador temos duas propriedades, Mompiche e Punta Centinela; no Peru temos Punta Sal e Decameron El Pueblo, que é um hotel com um foco corporativo interessante e dois hotéis marca Radisson que operamos em Miraflores e em San Isidro, em Lima; um hotel em El Salvador; outro no Panamá; um Aloft na Costa Rica; cinco propriedades no México, particularmente no Pacífico e Baixa Califórnia; nosso hotel do Haiti; e três propriedades na Jamaica. Portanto, a expectativa da companhia é recuperar o terreno perdido durante a pandemia e sair fortalecida durante 2023 com um crescimento importante.

Qual é a proposta de valor do Decameron?


Somos uma marca muito bem posicionada na América Latina e no Caribe, por vários temas. O primeiro, pelo formato tudo incluso, que é acessível, de excelente qualidade e a preços razoáveis. E além disso, é um produto que convida o passageiro a não se preocupar por nada durante sua experiência de viagem e isso significa não só desfrutar de um hotel tudo incluso e suas atividades, mas de cumprir com a expectativa completa do passageiro, das passagens aéreas e traslados às atividades no destino e à assistência médica. Acredito que a principal mensagem é que o Decameron é uma marca que oferece um serviço integral, de muito boa qualidade, a preços razoáveis.

Uma parte importante desta proposta de valor é o produto Explorer


Com o Decameron Explorer oferecemos todos os serviços de transporte e de atividades nos destinos e estamos antecipando, também, grandes esforços em sustentabilidade. Por exemplo, trabalhamos com comunidades indígenas no Amazonas, colaboramos com projetos de sustentabilidade com comunidades em Cartagena. Tudo isso faz que nosso operador não preste somente um serviço, mas que esteja vinculado ativamente com todo o projeto de turismo sustentável dentro da organização. Queremos potenciar muito este produto, que as agências de viagens o vejam como um complemento em sua viagem e sintam a tranquilidade de que estão contratando um serviço da marca Decameron.

Quais são as novidades para o segmento de eventos?

Temos mais de 12 centros de convenções em toda a América Latina e no Caribe com a capacidade suficiente para realizar reuniões e trabalho, congressos, convenções, bodas, etc. Para tirar o maior proveito desses cenários desenhamos um portfólio corporativo atualizado com um grande benefício e que o formato tudo incluso faz que as empresas economizem uma boa parte dos custos de sua convenção ou reunião corporativa. Por exemplo, as empresas não têm por que se preocuparem pela logística de alimentos e bebidas, porque em grande parte está coberta por nosso modelo. De modo que, há uns meses temos uma nova imagem da marca para o portfólio corporativo e estamos comunicando a todo nosso canal de agências de viagens especializadas neste segmento na América Latina. Hoje podemos oferecer convenções de 50 ou 60 pessoas até grandes formatos ou lançamentos de mais de mil pessoas.

O que as agências de viagem representam para a companhia?

Continuamos convencidos de que a agência de viagens é um jogador fundamental dentro do processo de comercialização. Acreditamos, também, que depois da pandemia o valor agregado de um agente é muito mais notório e isso nos motiva a continuarmos trabalhando com o canal de distribuição, apoiando-os em produto, em atividades de co-marketing e em incentivos para promover nosso produto.

  • Facebook
  • Twitter
This div height required for enabling the sticky sidebar