Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :

IATA lança metodologia para calcular emissões

A Associação anunciou o desenho de uma metodologia de cálculo de CO2 por passageiros que permitirá à indústria aérea unificar critérios na hora de medir a marca de carbono.

Com pelo menos 2% das emissões de CO2 do planeta o setor aéreo tem uma grande responsabilidade na mitigação da mudança climática. Por isso é que seu principal porta-voz, a IATA, avança no propósito de medir as emissões geradas com a intenção de cumprir objetivos de redução frente a 2050.

Assim foi anunciado o lançamento de uma nova metodologia que utiliza dados operativos das linhas aéreas para proporcionar uma maneira mais precisa de quantificar as emissões de CO2 por passageiro para um voo específico.

“As linhas aéreas trabalharam juntas através da IATA para desenvolverem uma metodologia precisa e transparente utilizando dados operativos. Isto proporciona o cálculo de CO2 mais preciso para que as organizações e as pessoas tomem decisões informadas sobre voos sustentáveis. Isto inclui decisões sobre o investimento na compensação voluntária de carbono ou o uso sustentável de combustível de aviação (SAF)”, disse Willie Walsh, diretor geral da IATA.

De acordo com a Associação, os viajantes, os gerentes de viagens corporativos e os agentes de viagens exigem cada vez mais informação precisa sobre as emissões de CO2 dos voos, portanto é fundamental contar com uma metodologia de cálculo precisa e padronizada. Isto é particularmente certo no setor empresarial, onde se necessitam ditos cálculos para apoiar os objetivos voluntários de redução de emissões.

“A abundância de metodologias de cálculo de carbono com resultados variáveis cria confusão e reduz a confiança do consumidor. A aviação se compromete a alcançar o zero líquido para 2050. Ao criarmos um padrão industrial aceito para calcular as emissões de carbono da aviação, estamos implementando um apoio essencial para atingir este objetivo. A Metodologia de Cálculo de CO2 por Passageiros da IATA é a ferramenta mais autorizada e está pronta para ser adotada pelas linhas aéreas, agentes de viagens e passageiros”, concluiu Walsh.

  • Facebook
  • Twitter
This div height required for enabling the sticky sidebar