Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :

IATA apresentou cifras consolidadas de 2021

Segundo o relatório da IATA, a demanda de passageiros internacionais em 2021 esteve 75,5 % por baixo dos níveis de 2019. Por outro lado, a capacidade (medida em poltronas-quilômetro disponíveis ou ASK) diminuiu 65,3 % e o fator de ocupação 24 pontos porcentuais até 58%.

Um comportamento mais animador se viu na demanda interna, que somada em sua totalidade registrou uma diminuição de 28,2% em comparação com 2019. Neste ramo a capacidade se contraiu 19,2 % e o fator de ocupação caiu 9,3 pontos porcentuais até 74,3 %.

Por sua vez, no caso do mês de dezembro de 2021, evidenciaram-se certos contrastes entre os desejos de viajar e as preocupações geradas pela expansão de variante Ômicron. Enquanto que em dezembro o tráfico total apresentou uma queda menos pronunciada (45% comparado com dezembro de 2019) que a registrada em novembro (47% comparado com novembro de 2019), a venda de bilhetes futuros sim foi afetada.

Não obstante, no relatório da IATA seu diretor geral, Willie Walsh, enfatizou que a demanda geral de viagens se fortaleceu em 2021, incluindo o mês de dezembro, apesar das restrições de viagem motivadas pela ômicron. Para Walsh, “isto diz muito sobre a força da confiança dos passageiros e o desejo de viajar”.

  • Facebook
  • Twitter
This div height required for enabling the sticky sidebar