Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :

Cuba modifica os requisitos de entrada ao país

Devido ao aumento de contágios de coronavírus pela variante ômicron, que se expandiu a 110 países, o Ministério de Turismo de Cuba (Mitur) informou que decidiu modificar as medidas de controle sanitário internacional, as quais entrarão em vigor a partir do próximo 5 de janeiro.

Dentro das medidas, anunciou-se que para os viajantes procedentes da África do Sul, Lesoto, Botswana, Zimbábue, Moçambique, Namíbia, Malavi e Essuatíni será obrigatório apresentar no ponto de entrada um esquema de vacinação completo e mostrar o resultado negativo de um PCR, realizado como máximo 72 horas antes da viagem. Adicionalmente, no ponto de entrada realizarão outro PCR. Uma vez no território cubano deverão realizar quarentena obrigatória, por oito dias em um hotel, onde o próprio viajante assumirá os custos de hospedagem e transporte. No sétimo dia farão um novo PCR que, se der negativo, receberão a alta da quarentena no oitavo dia.

No caso dos viajantes procedentes do resto do mundo, sejam ou não residentes em Cuba será obrigatório apresentar no ponto de entrada um esquema de vacinação completo e o resultado negativo de um PCR, realizado como máximo 72 horas antes da viagem.

Do mesmo modo, aumentará a vigilância aleatória, a partir da realização do PCR na fronteira a viajantes procedentes de países de alto risco.

  • Facebook
  • Twitter
This div height required for enabling the sticky sidebar